Missão

O site busca oferecer informações sobre a saúde do idoso, com ênfase na identificação do idoso de risco e na indicação de orientações capazes de preservar ou recuperar sua independência e autonomia. O idoso de risco é aquele indivíduo com 60 anos ou mais que apresenta maior risco de dependência funcional, institucionalização e óbito. Estes dois objetivos são contemplados após o preenchimento de um questionário de saúde do idoso, denominado ÍNDICE DE VULNERABILIDADE CLÍNICO-FUNCIONAL 20 (IVCF-20).

O IVCF-20 foi desenvolvido e validado no Brasil, a partir de outros instrumentos de triagem rápida amplamente citados na literatura. É um instrumento simples e de rápida aplicação (5 a 10 minutos), que avalia as principais dimensões consideradas preditoras de declínio funcional e/óbito em idosos: a idade, a auto-percepção da saúde, as atividades de vida diária, a cognição, o humor, a mobilidade, a comunicação e a presença de comorbidades múltiplas.

Portanto, O IVCF-20 pode ser considerado uma metodologia de Avaliação Geriátrica Ampla, que pode ser realizada por profissionais não especialistas em Geriatria e Gerontologia. Pode ser utilizado por qualquer profissional de saúde ou até mesmo pelo próprio idoso e seus familiares.

Os principais objetivos do instrumento são:

•    Identificação do idoso frágil (estratificação de risco), que deverá ser submetido à Avaliação Multidimensional do Idoso (Avaliação Geriátrica Ampla) e elaboração do Plano de Cuidados.
•    Indicação de intervenções interdisciplinares capazes de melhorar a autonomia e a independência do idoso e prevenir o declínio funcional, institucionalização e óbito, mesmo na ausência da Avaliação Multidimensional do Idoso mais detalhada.
•    Planejamento de demanda programada no SUS e na Saúde Suplementar: definição de grupo de idosos que necessitará de atendimento diferenciado na Unidade Básica de Saúde.
•    Estruturação e direcionamento da consulta geriátrica: planejamento da consulta especializada do idoso, destacando as dimensões da saúde do idoso que merecem uma investigação mais detalhada.
 
Após o preenchimento do questionário, o idoso receberá um relatório contendo orientações gerais e específicas:

•    Orientações Gerais: diagnóstico do risco de vulnerabilidade clínico-funcional e as principais dimensões de saúde alteradas, seguindo o formato abaixo:
 
Imagem_Missão.png

•    Orientações Específicas: relatório estruturado com orientações direcionadas aos itens alterados no IVCF-20. Estas orientações visam a manutenção ou a recuperação de sua independência e autonomia, garantindo assim, uma melhor qualidade de vida para o idoso e seus familiares.